logo horizontal

Tipos de tratamento atual

Terapias de reposição enzimática e comprimidos disponivéis e aprovadas pela Anvisa para tratar a doença de Fabry. Uma delas é derivada de células de ovarios de hamster chines (principio ativo Beta-galsidase ), fibroblastos humanos (principio ativo Alfa-galsidase) e a outra principio ativo Cloridrato de Migalastate.  O tratamento com comprimidos ou TRE só deve ser iniciado por um médico com experiência no tratamento da doença de Fabry A TRE é administrada por via intravenosa, a cada duas semanas e o comprimido é diario.
As terapias de reposição enzimática e o comprimido para o tratamento da doença de Fabry já disponíveis no Brasil, aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e já está sendo incorporado programa para garantir o acesso ao tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
As pesquisas para o tratamento da doença de Fabry não param. Além da reposição enzimática e comprimidos outras formas de terapia, como a terapia gênica estao em estudos.